Bulhão Pato - História Viva

O Imóvel sito na Rua Bulhão Pato, nº 1 encontra-se no centro histórico da cidade de Almada.

A rua ganhou o nome do poeta almadense, Raimundo Bulhão Pato. Viveu na segunda parte do séc. XIX, e privou com Almeida Garrett e Eça de Queiróz. Foi também conhecido pelos seus dotes de culinária, mais concretamente pelas famosas ameijoas.

O Largo das Vítimas obteve o seu nome após a queda de um avião, durante a Primeira Guerra Mundial, que tirou a vida a um grupo de crianças que nele brincavam.

Por tudo isso, o imóvel mereceu um enorme respeito no modo como foi pensado.

Quando a Metathesis adquiriu o imóvel, este tinha sofrido um incêndio. Embora o interior tivesse sido todo destruído, as fachadas encontraram-se salvas.

O Projeto

Devido às circunstâncias da localização do imóvel, tratou-se de uma renovação e reabilitação feita, quase manualmente, num verdadeiro trabalho de artesão.

De um edifício que tinha, na sua génese, quatro apartamentos de tipologia T2 com áreas muito pequenas, transformou-se em três apartamentos T1 com mezanino e áreas generosas.

Esta reabilitação trouxe para Almada jovens casais, combatendo-se assim a degradação habitacional da cidade.

Planta do projeto Bulhão Pato
Bulhão Pato - Mezanino

3 apartamentos T1+1

Bulhão Pato - Interior

2 deles em mezanino

Bulhão Pato - Interior

cozinha em open space

Projeto de 2017

Arquiteto Pedro Carvalho