Gestos de sustentabilidade a adotar

A sustentabilidade está na ordem do dia e ainda bem. Dos Baby Boomers à Generation Z todos aceitam que temos de reduzir o impacto que cada um de nós causa ao planeta. Que gestos de sustentabilidade podemos adotar para mudar?

A necessidade de todos minimizarmos os danos causados pela nossa passagem neste nosso planeta azul, é mais ou menos unânime. De facto, os cientistas já nos alertaram que precisamos de vários planetas iguais ao nosso para produzir os bens que consumimos.

É certo Metathesis podia cair na tentação de deixar o ónus da sustentabilidade para as grandes instituições. De facto, dada a nossa dimensão, sabemos que o nosso impacto é reduzido.

Desse modo, assumimos a nossa quota parte de responsabilidade e decidimos mudar o que é possível mudar.

Que gestos de sustentabilidade adotámos?

Na nossa consciência ambiental, orgulhamo-nos de trazer para o centro da cidade jovens. Estes irão deslocar-se de transportes públicos, maioritariamente, uma vez que os nossos imóveis se encontram em zonas centrais, próximas da rede pública de transportes. Sabemos que a principal fonte de poluição são os entulhos. Contudo certificamo-nos da sua recolha por parte de empresas certificadas. Assim garantimos a sua valorização. Igualmente, temos protocolos de colaboração com entidades sem fins lucrativos para recolha dos monos. Estas entidades entregam-nos a quem os possa aproveitar.

Entregamos o papel usado a uma instituição de caridade que o vende a um organismo que faz a sua reciclagem. Esses fundos destinam-se a causas sociais.

Por outro lado, no nosso escritório separa-se o lixo e não se usam garrafas de plástico nem nas reuniões.

Evitamos imprimir o que não é absolutamente necessário e todo o mobiliário do nosso escritório é usado e recuperado.

Assim são pequenos gestos, de facto, mas é o início da nossa caminhada.